Blog CNA

10 séries britânicas para você maratonar agora mesmo

10 séries britânicas para você maratonar agora mesmo

De dragões e um Trono de Ferro a um escritório comum em Berkshire: as séries britânicas têm excelência em efeitos visuais, enredos envolventes, tramas históricas, humor ácido e vitórias em premiações. 

Veja a lista que criamos com séries britânicas para você treinar o inglês! E aproveite para matar uma curiosidade e descobrir as diferenças entre inglês britânico e norte-americano

1. The Crown

Já que o tema é “séries britânicas”, vamos começar honrando as tradições reais e dar o primeiro lugar à The Crown, uma produção sobre a história da Rainha Elizabeth II.

E não é só no nome que a série tem pompa, não — ela é ganhadora de inúmeros prêmios, inclusive das disputadíssimas estatuetas do Emmy Awards e Globo de Ouro. A primeira temporada tem início com o pai de Elizabeth no trono — George VI — e já chegou no período conturbado dos anos 90 que envolve a princesa Diana Lady Di

Por ser uma história da realeza, o inglês britânico é ainda mais formal, aristocrático e cheio de vocabulário sobre política e economia, além de se passar em diferentes épocas. 

  • Onde assistir The Crown? Netflix

2. Downton Abbey

Se estamos falando de séries britânicas, é impossível não mencionar Downtown Abbey, talvez uma das maiores de todos os tempos. Além de ter um elenco de dar inveja em qualquer produção, ela também levou o prêmio de Melhor Série Emmy Awards (dentre muitos outros).

As seis temporadas acompanham uma família aristocrata inglesa do início de 1900. Além dos dramas familiares, a série britânica traz deslumbrantes figurinos de época e locações belíssimas.

Assim como The Crown, o inglês britânico também é bem formal nesta produção, já que estamos falando da aristocracia – o que fica claro até mesmo no vocabulário utilizado entre os monarcas e seus empregados, de classes sociais completamente diferentes. Mas não se assuste! Ambas as séries podem ser valiosas ferramentas para praticar o inglês, ainda mais se você pretende fazer intercâmbio para algum país pertencente às ilhas britânicas ou tirar certificados de Cambridge, como o FCE, parceiro da Rede CNA.

  • Onde assistir Downton Abbey? Amazon Prime Video

3. Game of Thrones

Fenômeno: essa é a palavra que define a jornada de Game Of Thrones nas telas de televisões do mundo inteiro. Alguns episódios tiveram tanta espera e impacto que casas, bares e estádios reuniram multidões, como se fosse a final da Copa do Mundo.

A verdade é que Game Of Thrones revolucionou as séries britânicas e trouxe de volta a fantasia, os efeitos especiais e a magia que faltavam nos enredos desde Senhor Dos Anéis. Dragões, política, um longo inverno e a luta pelo Trono de Ferro foi presente por oito belíssimas e premiadas temporadas – a maioria delas baseadas na série de livros do autor George R.R. Martin.

A grande maioria dos atores da produção são britânicos e você pode se beneficiar disso tentando notar as nuances entre uma região e outra: um sotaque mais irlandês com Sir Davos (Ian Cunningham), outro mais escocês com Sir Jorah (Iain Glen) e outros bem inglês com Jon Snow (Kit Harrington), Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) e Sansa Stark (Sophie Turner).

  • Onde assistir Game Of Thrones? HBO

4. Sherlock

Só pelo nome você já deduz que estamos falando de um clássico! Essa adaptação das obras literárias de Sir Arthur Conan Doyle, Sherlock Holmes, tem Benedict Cumberbatch (O Doutor Estranho, de Os Vingadores) na pele do detetive. Ao seu lado, o grande Martin Freeman (O Hobbit) interpreta o Dr. Watson.  

Por ter aquele tom mais sarcástico do detetive e se passar nos dias atuais, a série Sherlock tem um inglês britânico bem menos rebuscado do que as duas primeiras séries que citamos e bem mais contemporâneo. Pegue o seu caderninho, anote cada nova palavra e se entregue às 4 temporadas dessa série incrível.

  • Onde assistir Sherlock? Netflix

5. The Office

A série The Office foi um marco não só para o humor britânico, mas também para tudo o que viria depois. Esse mockumentary – que significa a junção das palavras mock (zombar, debochar em inglês) e documentary (documentário em inglês) – criado pelos talentosos Ricky Gervais e Stephen Merchant conta a vida cotidiana de um escritório na Inglaterra. A série ganhou uma versão norte-americana, que fez ainda mais sucesso, e acabou influenciando outras criações do mesmo gênero. Outra série de bastante sucesso que utiliza o mesmo mote é Parks and Recreations.  

  • Onde assistir The Office? Amazon Prime Video

6. After Life

Falando em Ricky Gervais, After Life é criada, estrelada e produzida pelo ator e diretor britânico. Mas, ao contrário de The Office, a série traz temas densos, como a morte e o luto, ainda que sob a ótica do humor ácido de Gervais.

A história se passa numa pequena cidade da Inglaterra e narra os acontecimentos que decorrem após a morte da esposa do personagem de Gervais (Tony).

  • Onde assistir “After Life”? Netflix

7. The End Of The F***ing World

Um adolescente que crê ser psicopata encontra uma garota rebelde com grandes traumas: o encontro dos dois pode facilmente justificar o nome da série, uma adaptação dos quadrinhos homônimos de Charles S. Forsman.

Mergulhada num humor ácido e bastante sombrio, a trama passa de temas como assassinato, roubo, invasão de domicílio e abusos. Para quem curte o gênero, a série pode ser uma boa oportunidade de treinar as gírias britânicas, já que é bem informal e cheia de referências atuais.

  • Onde assistir “The End Of The F***ing World”? Amazon Prime Video

8. Black Mirror

De tão famosa que ficou, a série britânica ganhou até meme! Quem nunca ouviu a frase “isso é muito Black Mirror” internet adentro? O tema central da produção britânica é refletir o impacto da tecnologia na sociedade: será ela um benefício ou um malefício?

Cada episódio de Black Mirror é um conto de ficção científica que desperta debates importantes sobre o uso desenfreado das redes, da internet e da tecnologia no geral. Além de vencer inúmeros prêmios, a série também foi além e foi uma das primeiras a criar um episódio interativo! (Bandersnatch). Ela é uma ótima pedida para quem não tem muito tempo (ou paciência) para acompanhar longas histórias, já que a narrativa de cada episódio é única e não é preciso assistir tudo em ordem cronológica. 

  • Onde assistir “Black Mirror”? Netflix

9. Peaky Blinders

Uma gangue de ciganos de Birmingham luta para sobreviver e imperar nos negócios, nem sempre legalizados, após o final da primeira guerra mundial. A marca deles? Boinas com navalhas afiadas. Na hora da briga, a peça de vestuário vira arma de combate — “blinder” vem de “cegar”. Apesar do contexto um tanto violento, a série fala muito mais de política e de confabulações do que qualquer outra coisa. 

Em Peaky Blinders, também é fácil de notar as sutilezas entre os sotaques britânicos: com a origem irlandesa de Cillian Murphy (Batman Begins) dando vida ao protagonista Tommy Shelby, ao londrino Tom Hardy (The Dark Knight Rises) que interpreta o judeu Alfie Solomons. Na série, esse choque de sotaques e realidades se dá graças ao contexto industrial da cidade de Birmingham, que recebeu muita migração e imigração. 

  • Onde assistir “Peaky Blinders”? Netflix

10. Monty Python

A grande maioria dos comediantes que você conhece hoje em dia tem alguma referência ou relacionamento com Monty Phyton. Esse clássico serve para você entender como o humor britânico funciona e ainda treinar sua rapidez para entender piadas em inglês!

Dá para assistir sketches curtas, de 3 a 5 minutos, ou também dar boas gargalhadas com os longas, como “A Vida de Brian” e “Monty Python: Em Busca do Cálice Sagrado”.

  • Onde assistir “Monty Pythoni”? Netflix e YouTube

Agora que você já tem uma lista incrível de séries para maratonar e treinar seu inglês, é só preparar a pipoca e começar a maratona! 

MATRICULE-SE JÁ
E-MAIL TELEFONE WHATSAPP