Blog CNA
  • Home
  • Blog CNA
  • Quanto tempo demora para ficar fluente em inglês? Entre essa e outras dúvidas aqui

Quanto tempo demora para ficar fluente em inglês? Entre essa e outras dúvidas aqui

Quanto tempo demora para ficar fluente em inglês? Entre essa e outras dúvidas aqui

É óbvio que aprender uma nova língua significa horas de dedicação e estudos para além dos momentos em sala de aula. "Como ficar fluente em inglês" é uma das questões mais procuradas pelos estudantes que começam a se aventurar no universo da segunda língua, bem como “Quanto tempo leva para ser fluente em inglês?”.

As perguntas que não querem calar não tem uma resposta única. Tudo depende do seu objetivo, motivação, oportunidades e backgrounds. São muitos fatores para se levar em conta. Não há milagre para se tornar fluente em inglês, afinal cada pessoa tem o seu próprio ritmo e vai absorver o conteúdo da sua maneira. Afinal, não há um consenso sobre o que é fluência porque ela significa coisas diferentes para diferentes pessoas de acordo com as suas necessidades.

Neste especial da BBC, o autor observa que adultos são melhores em leitura e escrita, mas crianças são mais ágeis na conversação e na escuta. "Para os pequenos, a escola apresenta uma nova língua, então os cérebros ficam ligados aos sons e gírias - os adolescentes, por sua vez, precisam de habilidades linguísticas para pertencer ao grupo", comenta Dot Powell, diretora do British Council ESOL Nexus. 

Nesta pesquisa da Cambridge University, os especialistas tentaram encontrar um consenso para entender quantas horas, de fato, você precisa para aprender a falar inglês. Por exemplo, os estudantes com objetivos claros costumam ser mais focados nas atividades e fazem mais progresso. Além disso, é importante olhar para o perfil do aluno, seja ele adulto, adolescente ou criança. 

Mas quanto tempo, afinal, demora para ser fluente em inglês? No caso dos adultos, eles precisam de 100 a 200 horas de aulas guiadas para alcançar o primeiro nível. 

Conforme ele vai avançando, vai precisar de mais horas para passar de um estágio para outro. De acordo com o QECR (Quadro Europeu Comum de Referências para Línguas), o A1 representa o primeiro nível e funciona como uma introdução. Para chegar até o A2, serão 100 a 150 horas de aula guiadas, mas conforme a dificuldade aumenta, as horas também, então pode levar 180 a 260 horas do B1 para o B2. Dentro disso, estamos olhando para o tempo que o aluno passa dentro de sala de aula e as horas em que ele passa fazendo lição de casa. Aos poucos, conforme se tornar mais à vontade com o idioma, vai adaptando sua rotina de estudos para incluir atividades fora da sala de aula.

 

Quer aprender inglês, mas não sabe por onde começar? Sem desespero, existem alguns fatores para se levar em consideração na hora de embarcar na aventura da segunda língua:

  • Contexto de aprendizagem: a velocidade com que a pessoa vai se tornar fluente em inglês depende da forma como ela estuda. Ela treina além da sala de aula? Ela passou por um intercâmbio? Isso tudo vai impactar o desenvolvimento do aluno.  
     
  • Metodologia: é importante entender a forma como a escola ensina e o quanto ela vai te expor a prática do idioma. Por exemplo, uma abordagem comunicativa como a do CNA permite que o aluno se comunique no idioma que está aprendendo desde a primeira aula. Ele trabalha a comunicação oral e escrita em atividades que simulam situações do dia a dia, com temas atuais que mantêm o estudante motivado durante o processo de aprendizagem. A metodologia vai impactar o material usado em aula, a velocidade e a ênfase em certos assuntos – como conversação ou gramática. 
     
  • Intensidade do programa: quanto mais horas você tiver de exposição à língua, maior será a sua absorção. 
     
  • Dinâmicas de grupo: experiências positivas ou negativas em sala de aula podem influenciar a  maneira como a pessoa absorve o conteúdo.
     
  • Acesso a ferramentas de aprendizagem: isso engloba materiais didáticos, como livros, exercícios de áudio, atividades culturais, seminários. Quem tem acesso a mais atividades, terá mais recursos na hora de memorizar o conteúdo. 
     

O mais importante na hora de aprender a falar inglês é respeitar o seu tempo e a sua realidade. As metodologias de ensino mais eficazes são aquelas que olham para as especificidades da rotina de cada pessoa. Se você consegue dedicar uma hora por semana, já é um começo. Conforme você fica mais próximo da língua, vai descobrindo outras formas de estudar e incrementar sua rotina de estudo. 

O CNA tem um verdadeiro universo de ferramentas, cursos e formatos para você aprender como quiser. Conheça mais acessando a página dos nossos cursos.

FALE NO WHATSAPP