Blog CNA
  • Home
  • Blog CNA
  • Qual é a melhor idade para aprender a falar inglês? Nunca é tarde para começar a falar uma 2ª língua

Qual é a melhor idade para aprender a falar inglês? Nunca é tarde para começar a falar uma 2ª língua

Qual é a melhor idade para aprender a falar inglês? Nunca é tarde para começar a falar uma 2ª língua

Existe um consenso sobre a idade ideal para aprender inglês? Não exatamente porque a idade é apenas um dos fatores que podem influenciar o aprendizado de uma língua adicional. Então,

nunca é tarde demais para começar. Nesse caso, uma pessoa com 40 anos de idade pode aprender inglês? Sim, com certeza!

De forma geral, as necessidades de cada aluno são diferentes, então nem sempre quanto antes é melhor. Claro, se o objetivo é atingir o nível de proficiência de um falante nativo, pode ser interessante ficar imerso no idioma o mais cedo possível. No entanto,

começar a aprender na idade adulta também é eficiente, já que nessa fase é possível alcançar altos níveis de proficiência de acordo com a motivação, aptidão e condições de estudo. Tudo vai depender da disposição e ânimo do estudante para encarar as aulas e reforçar o conteúdo falado na sala de aula em casa.

O que a ciência fala sobre a melhor idade para aprender inglês

“Se você quiser ter um conhecimento nativo da gramática inglesa, deve começar por volta dos 10 anos de idade. Não vemos muita diferença entre as pessoas que começam no nascimento e as pessoas que começam aos 10, mas começamos a ver um declínio depois disso”, explica Joshua Hartshorne, professor assistente de psicologia no Boston College, que conduziu um estudo sobre o assunto durante seu pós-doutorado no Massachusetts Institute of Technology. A pesquisa de Hartshorne pelo MIT, realizada com quase 670 mil pessoas, foi a maior já feita sobre o assunto e aponta que a potente janela de aprendizagem da infância pode ir até os 18 anos. Ou seja, crianças tendem a ser alunos com mais facilidade na assimilação do inglês como segundo idioma.

Entretanto, outros autores já pesquisaram o desenvolvimento de novos saberes em adultos e propuseram metodologias que não só se adaptam, como valorizam as características dos estudantes mais maduros.

Já pensou nas vantagens de estudar uma nova língua enquanto adulto?

Malcolm Knowles (1913-1997), educador americano, é considerado o principal pesquisador e teórico da andragogia - vertente da ciência da educação de adultos, que considera particularidades dessa faixa etária. Segundo sua obra, a andragogia se baseia em seis princípios fundamentais: aplicabilidade, necessidade de saber, autodiretividade, motivação, experiências prévias e reflexão. Assim,

o autor sugere que os alunos crescidos são capazes de compreender melhor os motivos e desejos envolvidos em seus processos de aprendizagem, driblar suas dificuldades com mais consciência e relacionar o conteúdo visto em sala de aula com suas próprias bagagens culturais. Aliás, você sabia que

os princípios andragógicos são a base do CNA Pro, curso direcionado ao público adulto? Então, se aprender inglês é um sonho antigo ou um desejo para a próxima geração, não perca mais tempo: venha realizar essa vontade com os cursos de inglês do CNA. Afinal, a importância de ter o segundo idioma vem sendo ressignificada a cada ano e a língua nunca foi tão importante.

Comece agora!

FALE NO WHATSAPP