Blog CNA
  • Home
  • Blog CNA
  • Séries para praticar inglês? Veja expressões em inglês para aprender com a série Atypical

Séries para praticar inglês? Veja expressões em inglês para aprender com a série Atypical

Séries para praticar inglês? Veja expressões em inglês para aprender com a série Atypical

A estreia da série Atypical na Netflix em 2017 chamou atenção por alguns motivos. Com quatro temporadas, a produção estadunidense fala sobre autismo de uma forma real e sensível. Na história, o protagonista Sam Gardner, interpretado pelo ator Keir Gilchrist, tem 18 anos e decide tentar arranjar uma namorada. Detalhe: o estudante de ensino médio foi diagnosticado com Síndrome de Asperger, uma forma leve de autismo, mas consegue manter uma alta funcionalidade no dia a dia. 

Por conta da temática, a série traz diversas expressões em inglês que ajudam a desmistificar e educar o público sobre o Transtorno do Espectro Autista (TEA), o qual pode ter diferentes graus e variações. A representatividade na telinha ajuda a aproximar o público ao debate, além de mostrar como a família, amigos e escola interagem com o protagonista. 

Em entrevista ao portal online Vulture, Robia Rashid, criadora da série, conta que queria falar sobre algo que realmente importasse para as pessoas. “Após trabalhar por um tempo em emissoras de TV, queria produzir algo pessoal. Eu tinha consciência de que havia muita gente diagnosticada com autismo, e me pareceu muito interessante que várias crianças soubessem que estavam no espectro e quisessem independência", explicou a produtora. 

Se você acompanhou as quatro temporadas, com certeza se apaixonou por Sam e por sua história. Além do mais, não há nada melhor do que unir o útil ao agradável se você está aprendendo inglês. É possível expandir o vocabulário por meio de séries.

 

Vem com a gente e descubra 5 expressões em inglês que aprendemos assistindo Atypical: 

 

 

  • Echolalia (Ecolalia): transtorno de linguagem caracterizado pela fala repetitiva, sejam sons, palavras ou frases. 
     
  • 504 Plan (Plano de comportamento 504): o plano que garante que estudantes com qualquer deficiência, seja física ou mental, irão receber ajuda para ter sucesso acadêmico.
     
  • Meltdown (Crise): elas podem ser altas ou baixas. As crises são um jeito do corpo da pessoa autista reagir a situações confusas ou com excesso de estímulos.
     
  • Visual schedule (Agenda visual): são maneiras de ajudar na organização do dia a dia. Com uma agenda visual, a pessoa sabe o que esperar e o que fazer a seguir. 
     
  • Comorbidity (Comorbidade): a presença de duas ou mais condições em uma só pessoa. O autismo pode ter uma série de outras doenças atreladas, como epilepsia e TOC (transtorno obsessivo compulsivo). 

     

     

Importante ressaltar que essa não é a primeira vez que o TEA aparece na mídia. Em 1981, o filme "Rain Man", com Dustin Hoffman e Tom Cruise, levantou a bola sobre a discussão. Mesmo com a questão sendo debatida há décadas, o conceito de TEA só apareceu em 2013, elaborado pela Associação Americana de Psiquiatria.

Em Atypical, a questão do autismo surge como um ponto de partida para trazer outras reflexões. Um exemplo é o fato de que todas as pessoas enxergam o mundo e experienciam as coisas de forma única, estando no espectro autista ou não.

Aproveite a série e não deixe de aproveitar para praticar o inglês anotando novas palavras e pondo todas em prática para expandir o vocabulário.

FALE NO WHATSAPP