Assessoria de imprensa

5 SEGREDOS PARA MANTER SUA FRANQUIA SÓLIDA MESMO NA CRISE

21/10/2015

Nessas horas, fazer parte de uma rede de franquias começa a se mostrar como uma alternativa mais segura e tranquila

NEGÓCIOS/FRANQUIA

Gerenciar um negócio nem sempre é fácil. Em tempos de instabilidade econômica, quando a incerteza toma conta dos empresários e os resultados começam a balançar, este desafio pode se tornar inglório. Nessas horas, fazer parte de uma rede de franquias começa a se mostrar como uma alternativa mais segura e tranquila para os empreendedores de primeira viagem, sobretudo pela possibilidade de compartilhar experiências com uma rede de contatos ampla, o que pode tornar o caminho das pedras menos difícil.


“Os maiores benefícios de se fazer parte de uma rede de franquias vêm da força coletiva, o que torna o modelo uma ótima opção para quem busca ideias e orientações sobre gestão de quem está no mercado há mais tempo”, explica José Carlos de Souza, diretor de Expansão e Operações do CNA, uma das maiores redes de escolas de idiomas do Brasil. “É a velha máxima de que duas cabeças pensam melhor do que uma. Quando uma rede inteira de empresários trabalha junta, de forma colaborativa, fica mais fácil obter o sucesso”, conclui.


Pensando nisso, o executivo do CNA elencou cinco dicas para manter uma franquia sólida, mesmo em tempos de instabilidade:


1.     Invista na sua equipe e aposte na trilha de carreira


As pessoas são o coração de qualquer negócio. Por isso, é importante construir um mapa que mostre as etapas para o desenvolvimento profissional de cada colaborador, passando por critérios para cargos e salários, o cronograma de treinamentos e um descritivo com as atribuições de cada posição. Isso ajuda a equilibrar as expectativas dos profissionais e garantir a qualidade dos serviços prestados pelos profissionais da empresa.


2.     Dê feedbacks com sabedoria


Ainda em gestão de pessoas, é importante esclarecer que “feedback” não pode ser sinônimo de crítica, menos ainda de elogios vazios. Dentro de uma cultura organizacional de alta performance, ele ocupa uma posição de suma importância, sendo a ferramenta com a qual se constrói uma relação de confiança com os colaboradores e, ao mesmo tempo, permite que líder participe mais ativamente do desenvolvimento dessas carreiras.


3.     Estabeleça KPIs (Key Performance Indicators)


Estabelecer indicadores de desempenho não é tarefa fácil, mas é vital para acompanhar a evolução dos resultados do seu negócio e da sua equipe, além de direcionar as melhorias que precisam ser feitas. Cada gestão precisa adotar o seu próprio conjunto de KPIs. Assim, conversar com o seu franqueador ou mesmo parceiros da área costuma ajudar, e muito, a otimizar esse processo.


4.     Conheça o seu clima organizacional


Se no empenho por melhores resultados perguntamos aos clientes externos sobre sua satisfação e mapearmos os pontos de melhoria, parece sensato fazer o mesmo com aqueles que nos ajudam mais diretamente a garantir o desenvolvimento do negócio. Ao medir a opinião, satisfação e desempenho dos colaboradores, a pesquisa de clima organizacional traz informações bastante relevantes sobre os pontos fortes e fracos do seu negócio.


5.     Investigue os problemas


Você não investe mais porque não tem mais receita ou não tem mais receita porque não investe mais? O fato é que às vezes realmente temos dificuldade em distinguir o que acontece no negócio. Se passamos cada vez mais tempo remediando situações ou “apagando incêndios”, pode ser um sinal de que estamos trabalhando sem chegar efetivamente às causas dos problemas de gestão. Crie um uma forma de visualizar  os pontos principais e secundários de um problema e convide todos a contribuírem na busca por uma solução.


Outras informações

Diego Segura - (11) 4873-7629 / (11) 98129-2797

diego.segura@agenciaideal.com.br

 

Voltar