Assessoria de imprensa

DICA CNA: COMO SE DAR BEM EM CONFERENCE CALLS EM INGLÊS

19/03/2015

Para evitar o famoso "branco", especialista do CNA selecionou cinco dicas para você se dar bem na teleconferência no mundo dos negócios

NEGÓCIOS/CARREIRA/EDUCAÇÃO

É cada vez mais comum que empresas possuam equipes de trabalho espalhadas por diferentes países. Por isso, as tecnologias para conference calls (teleconferências), seja por áudio ou vídeo, tornam-se fundamentais para a comunicação e o alinhamento desses profissionais. A grande dificuldade surge, porém, quando a conferência precisa ser feita em outra língua.

“Será que vou entender o que estão dizendo?” “E se eu esquecer alguma palavra?” Essas e outras inseguranças, incluindo o medo do famoso “branco mental”, podem assustar e, até mesmo, prejudicar o desempenho de profissionais competentes, mesmo os que já possuem maior afinidade com a pronúncia e o vocabulário da língua estrangeira. Para evitar que isso aconteça, Jaqueline Fernandes da Silva, consultora pedagógica da rede de escolas de idiomas CNA, selecionou cinco dicas para você se dar bem na teleconferência:

1. Conheça o conteúdo que será discutido
É importante que algum tempo antes da conferência você esteja familiarizado com o conteúdo que será abordado. Faça uma lista com os tópicos relevantes, palavras-chave e vocabulário da área em que trabalha. Isso deixará seu ouvido mais atento e facilitará o a compreensão da pauta.

2. Levante informações
Antes da teleconferência, converse com seus colegas de trabalho. Talvez eles já tenham participado de reuniões com o mesmo grupo e tenham alguma informação valiosa para você. Conhecer a nacionalidade dos participantes pode ajudar na preparação com sotaques específicos de falantes nativos.

3. Saiba o grau de formalidade e adequação do uso da língua

Assim como acontece no Português, as teleconferências em Inglês tendem a ser formais, por isso é importante adequar o uso da língua à formalidade que a situação pede. Ao invés de dizer “I don’t agree with you...” (Eu não concordo com você...), por exemplo, o melhor é dizer “I see your point, but I’d like to add that...” (Entendo seu ponto de vista, mas gostaria de acrescentar que...). Lembre-se que a gentileza ao dizer algo pode ser fator importante para o seu sucesso.

4. Ouça e peça que repitam
Muitas vezes ficamos tão preocupados em falar que nos esquecemos de ouvir. Lembre-se de escutar atentamente o que os demais participantes estão dizendo e não tenha vergonha ou medo de pedir que repitam o que disseram. Expressões como “Sorry, would you mind repeating that, please?” (Desculpe, você poderia repetir, por favor?) ou “I’m sorry. I’m not sure I got your point. (Desculpe, acho que não entendi o que disse.) ou “Could you explain that again, please?” (Você pode explicar novamente, por favor?) podem ser utilizadas de maneira delicada e definitivamente não depõem contra seu nível de inglês.

5. Peça a palavra e recapitule o que foi dito pelos demais participantes
Após ouvir, peça a palavra. Inicie sua fala recapitulando o que foi dito anteriormente. Isso ajuda a organizar o pensamento e a confirmar que você realmente entendeu o que foi abordado. Utilize expressões como “According to what our manager said, the...” (De acordo com o que disse nosso gerente...) ou “Still thinking of what we’ve discussed, I suggest…” (Ainda considerando o que já discutimos, sugiro que...)

Outras informações

Diego Segura - (11) 4873-7629/98129-2797
diego.segura@agenciaideal.com.br

Voltar